Como funciona os juros de um agiota?

Em: Empréstimos

O agiota é a figura que aparece como “solução” quando uma pessoa se encontra com dívidas, nome sujo, precisando muito de dinheiro para quitar algo ou resolver algum problema pessoal ou profissional, e se vê sem possibilidade de conseguir pelas vias oficiais, como bancos e financeiras.

juros-agiota

Agiotagem é crime

Lembrando sempre que agiotagem é crime, consistindo numa atividade ilegal sem credenciamento por parte do Banco Central. O agiota pratica os crimes de empréstimo de dinheiro sem autorização, cobrança indevida de juros e práticas de extorsão. Além das altas taxas de juros, os agiotas costumam pegar como garantia algum bem do endividado, o fazendo por meio de terceiros, os chamados laranjas.

São considerados crimes a atividade e prática de agiotagem pela Lei nº 1.521, de 26/12/1951, artigo 4º. A pena é prevista para seis a dois anos de detenção. Mas como os agiotas costumam usar esses terceiros chamados de laranjas, mesmo se preso e condenado, a pessoa que recorreu a ele não consegue obter os valores ou os bens que perdeu de volta, se for o caso, já que dificilmente o bem perdido vai ser ligado diretamente ao agiota. Além disso, também é crime segundo o Código de Proteção e Defesa do Consumidor, onde no artigo 3º, pelas vantagens manifestamente excessivas as quais a agiotagem consiste.

A dívida: Como funciona os juros de um agiota?

A alta taxa de juros cobrada no empréstimo de um agiota é um dos principais problemas da atividade. Esses juros variam de acordo com quem empresta, e são calculados por um percentual do valor emprestado. Os agiotas cobram em torno de 12% a 40% de juros mensais.

No site guia de direitos foi feita uma simulação para ilustrar melhor como os juros se mostram ao passar do tempo. No caso, a simulação foi feita com o valor de empréstimo de R$ 2.000, considerando que quem pegou o empréstimo recebe um salário mensal de R$ 1.500, e tem gastos mensais de R$ 1.300. Foi considerada uma taxa de juros na média do que se costuma ser cobrado por um agiota, de 20%. No mês seguinte, a dívida vai estar em R$ 2.400. Considerando que o que sobra do salário para quitar a dívida são R$ 200, a dívida vai cair para R$ 2.200. Seguindo esse cálculo, considerando que só sobrem R$ 200 do salário da pessoa para abater a dívida mensalmente, em 12 meses o valor cobrado pelo agiota será de R$ 10.115, e a pessoa já terá pago R$ 2.400. Desse modo vemos o quanto o juros abusivo se acumula com o passar dos meses e vira algo imensurável, praticamente impossível de ser pago com pequenos pagamentos mensais.

Consumidor com nome sujo

O principal alvo do agiota é o consumidor com o nome sujo, pois a atividade chama a atenção desse tipo justamente por não fazer análise de crédito ou exigir fiador. A urgência das pessoas em conseguir o dinheiro rápido, seja para quitar uma outra dívida, resolver um problema, pagar gastos com saúde ou moradia, enfim, uma série de motivos, é o que mais atrai para fechar esse negócio ilegal. O risco é alto para essas pessoas é justamente por elas não estarem em condições de quitarem o empréstimo em um futuro próximo. Como visto na simulação, mesmo pagando pouco a pouco mensalmente, o valor se descontrola e cresce até cinco vezes mais que o valor inicial.
Portanto, a escolha por um empréstimo com agiota vai ocasionar em juros altíssimos e as chances disso sair do seu controle são altas. Pense muito antes de recorrer a soluções aparentemente mais fáceis.

SERASA - Consulte seu CPF Online Totalmente Grátis
Nubank - Cartão de Crédito Sem Comprovar Renda
Melhores Cartões de Crédito para Negativados

2 Comentários

  1. Adriano says:

    Bom dia.
    Um colega pediu 10 mil emprestado. Dei o dinheiro. Fizemos um contrato de confessao de dividas assinado em cartorio. Os juros sobre o saldo devedor sao de 12,5%.
    Sera que ele esta querendo me enganar e apos nao me pagar serei considerado agiota?
    Emrestei de boa fe e nao sabia sobre isso ate um amigo me avisar.
    Obrigado.

    • JOSE CARLOS says:

      Boa tarde,

      Na realidade depende, esse juros é total? caso positivo, qual é o tempo acordado entre vocês?

      Pois é considerada agiotagem a atividade de emprestar dinheiro com juros abusivos, no caso, acima de 2% ao mês, por exemplo, pode ser considerada agiotagem. Até essa porcentagem, não.

Deixe um comentário